Quente & frio

A ciência dos analistas políticos  decidiu que António Costa foi frio na célebre comunicação ao país. Inadmíssivel, uma vergonha etc. Daí à generalização psicológica foi um passo: ele é assim, frio e insensível.  Bem sei que diziam o mesmo de Passso Coelho: os psicólogos de salão são assim mesmo.

Se António Costa tivesse mandado os cidadão desenrascarem-se ou se se tivesse queixado das férias que não teve, talvez a análise psi pegasse. Não foi isso que aconteceu. Costa fez o que um político experimentado sabe fazer: consciente das asneiras cometidas, evitou lágrimas de crocodilo.  E fez muito bem.

Se quisessem pegar por algum lado dessa célebre comunicação, podiam recordar  uma tirada de Séneca : Bis dat qui dat celeriter ( Quem dá logo dá duas vezes). Ou seja, Costa podia ter logo anunciado um par de coisas ( ajudas) concretas, para agora  e já. Para ontem.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Talvez

Sinais (12)

Sinais ( 11)