Terapia ( 3)

Trabalha  numa confeccção, tem um filho pequeno. É ruiva, gorducha e  e sorridente. Conheço a patroa. Chega  a casa às sete  da tarde com tudo por fazer.  Se o marido está no turno da manhã tem ajuda, senão faz tudo sozinha. Às dez da noite está morta. O sábado é para lavar, passar, limpar. Aos domingos recupera  o sono. Sobra-lhe  a tarde. Vão passear a prestações.
Ganha num mês o que o campeão dos  socialistas gastava num jantar. Saúde mental é um eufemismo para morte lenta. Vive-se a sertralina.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Talvez

Sinais (12)

Sinais ( 11)