Locke, Ivan Locke

O cimento é tão delicado como sangue, diz Locke.  Um tipo já despedido  encarrega-se via telefone, a partir do carro, de que  a maior operação de betonagem ( salvo instalações  miltares) na Europa corra  bem.  É filho de um pai que o abandonou.
Vai de carro acompanhar o nascimento do filho que fez com  uma tipa com quem só esteve  uma noite, coisa que resolve  contar à mulher, nessa mesma noite, a partir desse mesmo carro. Má ideia.


O filme só tem um actor dentro de um carro  a falar ao telemóvel, mas tem os genes destoutro: o passado só nos derrota se  aceitarmos  o futuro que nos prescreveu.



Comentários

Mensagens populares deste blogue

A paz de Tyrnau

Talvez

Sinais (12)