O Benfica: considerandos alodiais

Quando o galho é dobrado, a árvore inclina. Os rivais deixaram de fazer  ( tantas) asneiras. O FCP teve seis treinadores em quatro anos e comprou  87635 jogadores. JJ  e o  parolo  não têm mais margem para inventar,  até porque se o novo amigo portista for campeão  lá se vai a desculpa do polvo benfiquista. O galho dobrou.

Fui dizendo e repito: o Benfica de Rui Vitória não controla o jogo, está sempre em pré-época com 76357635 passes errados  por desafio, joga como uma equipa pequena. Começa os jogos com 36 milhões de euros no banco ( Jimenez e Rafa), mas apresenta laterais  dignos do Paços de Ferreira. No ano passado chegou, este ano a árvore está  a inclinar.

Dito isto, o que me resta? Já me habituei. Converti-me. Ainda ontem vi o jogo como se fosse o Gil VicentexCSKA. Gostei, batemo-nos bem. Vou apoiar  o RV e os jogadores até ao fim, vou gritar cada golo como  uma proeza inesperada. A maçã não cai  longe da árvore.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Tatoo you

PSD ( 1)

O Abelha