Terapia ( 5)

Às vezes tenho de dizer alguma coisa  que sei ser susceptível de má interpretação. Ou porque a pessoa não a quer ouvir ou porque é especialmente delicada. Então recorro à técnica  do encurtamento de espaços. Inclino-me bem para a frente,  tranco o olhar na pessoa e sorrio enquanto falo. 
As reacções são esclarecedoras. Umas suportam o olhar e retribuem o sorriso: aceitaram. Outras  quebram o olhar e ficam em silêncio: vão refilar no minuto seguinte. De qualquer das formas,  a mensagem chegou ao destinatário.
A aproximação, um sorriso e  o contacto visual directo  convencem a pessoa de que o que arde cura.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Talvez

Sinais (12)

O medo das redes sociais