Terapia (11)

A lalangue  diz que a má consciência  é uma autopunição , uma interiorização do impulso agressivo dirigido ao self. Fez tanto caminho que já gastou as rodas. Funda-se, de Nitezsche ao Freud inicial ( o tardio é outra conversa) , na ideia do homem maravilhoso se livre  da repressão social, ou seja, do cristianismo. Os budistas falavam de dez males terríveis a evitar , entre eles, o matar, o roubar e o sexo  impróprio; tudo  muito antes de Cristo se ter empinado na cruz. Deixemos essa lalangue de  descerebrados.

A má consciência  tem um aspecto  terapêutico axial. Notei, ao longo dos anos, que faz as pessoas melhores. Gente que placidamente ignorava  os efeitos das suas acções nos outros, torna-se capaz de os sentir como se os tivesse sofrido. Isto  transforma-os, finalmente, em humanos: animais sem sossego.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

A paz de Tyrnau

PSD ( 9)

PSD ( 7)